Locadores de equipamentos e os erros durante a pandemia

Locadores de equipamentos e os erros durante a pandemia

Desde 2011 trabalhando especificamente com marketing rental essa é a primeira vez que vejo uma crise mexer tanto com o mercado financeiro, não apenas de locação, mas como um todo.

Toda crise que afeta o mercado financeiro sempre acende uma luz amarela para que os empreendedores fiquem alerta, mas dessa vez a luz não foi amarela, e sim vermelha, devido a dimensão da crise que o COVID-19 causou não apenas no Brasil, mas em todo mundo e para todos os segmentos.

O que geralmente os empreendedores fazem diante de uma crise?

Durante essas crises é comum algumas reações, como por exemplo; revisar contratos com fornecedores, negociar com bancos caso haja algum empréstimo, pensar no quadro de funcionários, ficar atendo aos tributos do governo, entre outras coisas. Todas essas ações devem ser tomadas o quanto antes para evitar aquela famosa “bola de neve.” Essas ações na verdade devem fazer parte do manual de sobrevivência de toda empresa.

Planejamento é palavra chave, obrigatória, que antecede todas as ações de uma empresa, seja em uma situação onde não existe crise e PRINCIPALMENTE em situações onde ocorrem uma crise. Sem planejamento uma empresa fica como um navio em alto mar sem instrumentos de navegação, totalmente perdido! O problema é que infelizmente no mercado rental, em grande parte dos casos, ou o planejamento é mal feito ou praticamente não existe; com isso as consequências podem ser graves.

O que a crise da pandemia gerou no mercado rental?

A pandemia praticamente paralisou o mercado físico, tudo por conta do isolamento social e das medidas de ‘lockdown’ impostas por alguns estados. Mas em contrapartida o mercado digital cresceu e as empresas locadoras que já exploravam esse mercado antes de pandemia, saíram na frente dos concorrentes. Alguns locadores que não usavam nenhuma mídia digital então começaram a buscar esses canais como forma de não ficarem de fora do mercado mas, uma outra parcela ainda insiste em rejeitar o mercado digital e como consequência, estão passando por algumas dificuldades ainda maiores do que os que utilizam.

Os erros que os locadores não podem cometer nessa pandemia

O fato é que a crise existe, já fechou algumas empresas e em breve deve fechar outras. Não estou sendo pessimista, por favor não entendam isso, mas é uma realidade que muitos locadores ainda insistem em fingir que não existe, e esse é o primeiro erro de um locador;

1- Negacionismo

Os negacionistas negam a existência de um problema e por conta disso, acabam afundando com o problema e com seu negacionismo. Aprenda a aceitar a realidade do problema e a partir dai, pensar em estratégias de como lidar com os problemas.

2- Efeito avestruz

O efeito avestruz em uma crise como essa em que estamos vivendo, onde praticamente tudo está sendo resolvido online, é algo que pode tirar sua empresa de vez do mercado. Afinal de contas todos estão em casa procurando por serviços que estejam disponíveis na internet e se você não ali, você se torna invisível.

3- Procrastinação

Esse é um dos erros mais comuns não apenas nessa pandemia, mas bem antes dela. Adiar tomadas de decisões sempre foi vício para algumas empresas locadoras. Concordo que o planejamento nos ensina a ter cautela na tomada de decisões, mas existem situações, e a pandemia é uma delas, em que devemos estar prontos para agir e se possível, nos antecipar ao problema. Mas alguns ainda preferem frases do tipo; “vamos esperar mais um pouco para ver no que vai dar.” O você locador talvez não saiba é que o mercado digital é infinitamente mais rápido o que o físico, prova disso foi a evolução que presenciamos nesses últimos 4 meses.

4- Inversão de valores

O que é prioridade para um empreendedor em tempos de crise? Imagino que a maioria vai dizer que é manter a empresa viva, competitiva e gerando receitas. Estou certo? Mas o que ajuda a manter a empresa viva, competitiva e gerando receitas? Acredito novamente que muitos vão dizer que é o marketing. Será que acertei? Se não pensou nisso sugiro repensar um pouco a importância do marketing para o seu negócio. Então sabendo disso tudo a primeira coisa que o locador faz é cortar o orçamento de marketing da empresa! Eu volto a te perguntar; Como você acha que vai sobreviver em um mercado digital, altamente competitivo sem nenhum ou com baixíssimo investimento em marketing digital? Confesso que até acredito em milagres, mas acredito ainda mais em PRUDÊNCIA.

Em resumo

Ninguém gosta de crise, sabemos que muitas empresas estão indo mal, que o mercado financeiro ainda está lento, que não temos previsões de normalidade, que muitos desanimaram, etc. Mas uma coisa também é certa, não podemos prever as crises, como ninguém previa essa do COVID-19 mas, podemos nos preparar para elas! E somente vamos conseguir fazer isso com a mente aberta para mudanças e com nosso foco naquilo que de fato é prioridade. Hoje vejo locadores dizendo que não tem condições de investir no marketing da empresa mas não abrem mão do supérfluo. Vale lembrar que o que gera receitas para que a gente consuma o supérfluo, é a empresa, logo, se eu não fizer de tudo para manter a minha empresa viva, que é o que me gera receitas, vou perder os dois, ela e os meus supérfluos.

Pense nisso!