A grama do vizinho é verde. E a sua, qual a cor?

A grama do vizinho é verde. E a sua, qual a cor?

Acredito que você já deve ter ouvido falar pelo menos uma vez na vida, aquela frase: “A grama do vizinho sempre é mais verde.

Eu queria começar esse post contando uma história de uma recente conversa que tive com um amigo, profissional da área de designer gráfico e que atualmente trabalha em Brasília.

Conversávamos sobre como as pessoas enxergam as marcas que elas usam, seja do carro que possuem, das roupas que usam para ir às reuniões, do smartphone que utilizam e dos lugares que costumam frequentar. Compartilhei com ele alguns pensamentos que tinha sobre as reuniões que frequentei com meus clientes e ele fez o mesmo, e juntos chegamos a uma conclusão: de que a maioria dos clientes faz questão de sempre ir nas reuniões com seu melhor smartphone, com roupas de marcas famosas, de mostrar que tinham o melhor notebook. Mas você deve estar se perguntando: o que existe de anormal nisso? Realmente nada! É super natural que as pessoas gostem se apresentar bem para os outros mas, o que não é normal é quando esse mesmo princípio não é aplicado na sua própria empresa.

Ou seja, valorizamos a marca do smartphone, a marca das roupas, a marca do carro, do notebook, mas o principal, que é a marca da nossa empresa – local de onde tiramos o sustento para manter todas essas outras marcas que valorizamos – deixamos de lado e fazemos pouco caso.

Mas por que a grama do vizinho é mais verde?

Na verdade nem sempre a grama do vizinho é mais verde que a sua, o problema é que você valoriza mais a grama dele do que a sua, com isso, sua percepção passa a ser de que o valor da grama dele é superior. Esse é um comportamento errado, porém que é muito comum entre alguns empreendedores, o fato de achar que sempre a concorrência é melhor.

Na verdade o problema não está na grama do vizinho ou na sua grama, e sim na percepção de valor que você tem do seu próprio negócio. Muitos empreendedores ficam encantados com a forma que sua concorrência se destaca no mercado, e com isso cada vez mais vai perdendo o foco sobre o seu próprio negócio.

Então, respondendo a pergunta de porque a grama do vizinho “parece” mais verde, na verdade ela não é. O problema está no valor que VOCÊ NÃO DÁ à sua grama!

Vamos fazer um teste rapidinho pra tirar essa dúvida?

Não precisa me responder, basta apenas ser sincero(a) com sua resposta e refletir um pouco. Vamos lá?

  • Comprar um notebook de 6mil reais ( )compraria | ( )Não compraria
  • Comprar um celular de 5mil reais ( )compraria | ( )Não compraria
  • Ir a um restaurante ( )prefiro os mais famosos | ( )não me importa se é famoso
  • Comprar roupas de marcas famosas ( )essencial pois preciso estar bem apresentado | ( )não ligo muito, desde que esteja bem arrumado
  • Investir 1% do faturamento da minha empresa em marketing ( )acho muito | ( )faria sem problema
  • Reformular o site da sua empresa ( )procuro sempre o profissional mais barato | ( )Não importa o preço, afinal é o site da minha empresa e quero o melhor pra ela

Não sei o que você respondeu, mas acredito que dá para refletir um pouco através dessas perguntas, de onde realmente estão as coisas que você valoriza mais. E vou sincero com você, infelizmente grande parte das pessoas GASTAM mais com coisas banais do que INVESTEM em seus negócios. Triste realidade.

Desculpas que preciso parar de dar se quiser crescer

Existe sempre uma justificativa para não investir em seu próprio negócio. As coisas estão apertadas, estou precisando enxugar meu orçamento, a pandemia acabou com meu negócio, etc. Agora quando o assunto é ir à uma churrascaria fazer uma social com amigos, comprar roupas novas, trocar de celular ou de carro, pra nada disso existe impedimento. Sei disso porque eu também tenho esse comportamento as vezes.

Mas com o tempo comecei a aprender que quanto mais invisto no meu negócio, mais valor eu agrego, e quanto mais valor eu agrego ao meu negócio, mais diferenciado meus produtos e serviços são. E quanto mais diferenciados meus produtos e serviços são, mais os clientes pagam o preço que eu colocar. Isso é fato!

Conclusão

Você não precisa concordar com o que eu disse mas, uma coisa precisamos concordar; de que se temos um negócio do qual tiramos sustento para nos manter e fazer as coisas que gostamos, precisamos cuidar bem dele, oferecer sempre o melhor para que ele esteja sempre saudável – como a grama do vizinho que sempre elogiamos – do contrário, nossa grama secará e muito breve as portas se fecharão.

Sendo assim, invista no seu negócio! Contrate profissionais qualificados para orientar sobre as melhores estratégias de marketing do seu negócio. Valorize mais sua empresa, seus funcionários e todos os profissionais que trabalham em prol de fazer da sua empresa, um negócio de referência entre a concorrência.